sábado, 20 de setembro de 2014

Lilia cabral muito satisfeita com a novela IMPÉRIO!!!

revista de celebridades




Destaque como a grande vilã da novela Império, Lilia Cabral revela detalhes da personagem e curiosidades da vida pessoal.
Com 33 anos dedicados à arte, Lilia Cabral (57) está dando um show como Maria Marta – a ambiciosa esposa do Comendador José Alfredo (Alexandre Nero, 44) da novela das 21h da Globo. 
Considerada como um amuleto para Aguinaldo Silva (71), a primeira parceria da dupla foi em Vale Tudo (1988) e após outras personagens e, principalmente, da heroína Griselda, em Fina Estampa, o autor só pensava em criar uma vilã para uma de suas atrizes preferidas.
E deu muito certo! Apesar da voz suave e jeitinho meigo, Maria Marta já deixou claro que é capaz de atitudes bem drásticas para resolver os seus problemas. 
Nesta entrevista, Lilia aborda a personalidade da ricaça na trama (e possíveis explicações para tantas maldades), além de falar de beleza, moda, sua relação com joias...




revista de celebridades

É a segunda vez que você contracena com Alexandre Nero. Como é essa parceria, agora que ele faz seu primeiro protagonista?
 Eu tive o prazer de conhecer o Alexandre em A Favorita, quando chegou para viver um verdureiro. Ele nem olhava para mim direito, porque não sabia muito o que fazer. Aliás, ninguém sabia ou dizia absolutamente nada. É um prazer muito especial estar de novo com ele e interpretar esse papel tão lindo. Graças a Deus, eu tenho tido parceiros incríveis.

Em A Favorita vocês tiveram um romance relâmpago e agora são casados. Como você vê essa evolução na ‘relação’?
Uma pena que eu não fiquei com ele no final da nossa primeira novela (risos), mas a personagem fez uma opção sexual também. Hoje, temos mais dinâmica e podemos desenvolver isso.

Sua personagem em Império é uma vilã da pesada ou suas maldades têm explicação lógica?
 Não acredito que uma pessoa acorde, coloque uma roupa e um sapato e saia com uma arma em punho, para mostrar a todos que é capaz de matar. Acho que essa vilania vai se revelando pelas surpresas. Você não imagina, por exemplo, que em uma conversa de mãe e filho, ela seja capaz de dar dois tapas na cara dele só porque o rapaz tem outra opinião ou porque acha que ele é fraco. É algo agressivo, cruel e maldoso. A Maria Marta tem uma maneira de enfraquecer os outros.

 Lilia Cabral tem algo em comum com Maria Marta?
Se eu for procurar, não vou encontrar nenhum. Mas confesso que estou adorando ter tudo o que ela tem. Desde a casa às roupas que usa. As joias, bolsas e sapatos, enfim, fico sempre feliz da vida com tudo que chega (risos).

Você também gosta muito de joias? Costuma ter muitos acessórios e roupas como as da personagem?
Sempre gostei, desde quando era bem pequenininha! Lembro-me que minha madrinha tinha um porta-joias numa mesinha onde ficavam um lindo colar e um par de brincos de esmeraldas. Ficava olhando com uma admiração! Esse universo me lembra um pouco dessa fase gostosa. Sou o tipo de mulher que, é claro, se arruma para ir à uma festa. Mas minha postura é mais simples, casual. Gosto de estar arrumada, mas não procuro ostentar, ao contrário de Maria Marta, que faz questão de mostrar e isso é algo natural dela.
revista de celebridades

Lilia entre sua filha e seu marido

Existe algo que você realmente admira na sua personagem?
Acho que essas ironias, o deboche que está sempre com ela. Até porque, sinceramente, acredito que existam pessoas assim. Por isso defendo esse outro lado da vilania, que não é maniqueísta. Aquele que não levanta pronto para matar.

Teme ser odiada pelo público?
Na verdade, o que eu quero mesmo é fazer um bom trabalho e que as pessoas curtam a novela. Espero que tenhamos sucesso até o final, independentemente de ter uma personagem querida por quem assiste.

 Odete Roitman é uma referência de vilania e você trabalhou em Vale Tudo. Ela serviu de inspiração para a construção de Maria Marta?
Não foi para mim. Acho que as pessoas podem até criar uma associação entre as duas vilãs, mas eu mesma nunca pensei nisso quando construí essa personagem.

 Mudando de assunto, quais seus ‘truques’ para manter a forma?
Olha, eu não tomo refrigerante de forma alguma e não como açúcar, mas às vezes um brigadeiro até vai (risos). E à noite, tento jantar apenas sopas.

Você tem medo de envelhecer?
Se eu tiver, perco minha felicidade, não é? Talvez até faça plástica, porém, mais adiante e para consertar algumas coisinhas. Tudo muito discreto.
Fonte: Contamais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja sempre benvindo ao meu blog! Agradeço seu comentário.