domingo, 16 de fevereiro de 2014

Giovanna Antonelli revela: "Se o autor escrever o beijo gay, será feito"

O tabu foi quebrado, agora não existe mais tanta polêmica em torno do beijo gay nas novelas. Ou será que existe? No caso de Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso), em Amor à Vida, foi o público que pediu a tão falada cena, por isso foi ao ar e chegou a ser comemorada em clima de Copa do Mundo.


Agora, na novela Em Família, Manoel Carlos voltará a mostrar um casal formado por duas mulheres. Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Taíná Müller) já se conheceram e rolou um certo encantamento. Não deve demorar muito para o romance engrenar.

Giovanna Antonelli contou ao Uol que está pronta para o desafio e disposta a gravar cenas de intimidade com outra mulher:

- Estou preparada para contar uma historia de amor, esse é meu desafio como atriz nessa novela. Se o autor escrever o beijo, será feito.

Maneco mantém segredo sobre as cenas das duas, mas não está descartada a possibilidade de termos outro beijo gay. Porém, não acho que esse novo casal seja tão bem aceito quanto Félix e Niko. Calma, não se revoltem que eu já explico.

Pelo que deu pra entender sobre a história de Clara e Marina, o romance será marcado pelo clima de sedução desde o início. A irmã de Helena (Júlia Lemmertz) se sentirá atraída pela fotógrafa e ficará perturbada ao vê-la nua pela primeira vez. Ou seja, trata-se de uma paixão avassaladora, que fará com que Clara abandone o marido Cadu (Reynaldo Gianecchini), um cara legal e que a ama de verdade. Só por aí já dá pra prever que o público dificilmente torcerá pelo casal gay de Em Família, pelo contrário, acho que vão até odiar a Giovanna Antonelli por largar o Gianecchini! Trata-se de uma mulher insatisfeita no casamento, presa fácil para qualquer tipo de sedução, seja vinda de um homem ou de uma mulher.

Já com Félix e Niko, a história foi bem diferente. Houve uma grande amizade, que aos poucos deu lugar a um verdadeiro amor, com quase nenhuma menção a um envolvimento sexual entre eles. Foi um encontro de almas, por isso encantou o público. Tanto que o tal beijo no último capítulo foi puro e delicado, motivo pelo qual a maioria das pessoas aplaudiu a cena.

Não estou levantando nenhum tipo de bandeira, só estou dizendo que a abordagem das duas novelas a respeito da homossexualidade é bem diferente. Agora, se Clara e Marina serão aceitas pelo público, só o tempo irá dizer…

fonte: http://wp.clicrbs.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja sempre benvindo ao meu blog! Agradeço seu comentário.