sábado, 14 de dezembro de 2013

Paulo Henrique Amorim é condenado a pagar indenização a ministro




Paulo Henrique Amorim, apresentador da TV Record, foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais ao ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). A informação é da colunista Môncia Bergamo, do jornal Folha de São Paulo.

Isso por que, em 2008, ao criticar decisões do magistrado em seu blog, Amorim afirmou que ele "transformou o Supremo Tribunal Federal num balcão de negócios".
Amorim se defende sustentando que as afirmações "não representam ofensa à honra e reputação do autor, caracterizando-se como livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação".
Ainda segundo a colunista, a juíza Tatiana Dias da Silva, de Brasília, responsável pela decisão, avaliou que "a matéria produzida pelo réu não relatou fato verídico, não teve o intuito apenas de informar a coletividade", mas, sim, "teve o escopo de depreciar a imagem do autor, sem qualquer amparo".
A juíza determinou que os R$ 50 mil a serem pagos pelo jornalista serão destinados à Apae de Diamantino (MT), onde Mendes nasceu.
 O advogado de Amorim informou à publicação que vai recorrer da decisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja sempre benvindo ao meu blog! Agradeço seu comentário.