sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Gaby Amarantos homenageia Reginaldo Rossi




'Eu sempre vou te amar, obrigada por tudo', escreveu, após a morte do cantor



Gaby Amarantos e Reginaldo Rossi (Foto: Instagram/Reprodução)
 
Gaby Amarantos homenageou Reginaldo Rossi, que morreu nesta sexta-feira, 20, aos 69 anos, postando no Instagram um texto com uma montagem de fotos ao lado do cantor.
"Nem consigo explicar o que estou sentindo, um mix de tristeza com alívio, pois quando a gente ama alguém não aguenta ver o ser amado sofrendo. E este homem na minha opinião é um dos maiores artistas do Brasil, estando no mesmo nível de Roberto Carlos, mas a hipocrisia que alimenta o preconceito fez com que esse REI da música/voz/coragem não tivesse o reconhecimento que merecia", afirmou.


"Mas agora que ele partiu as rádios vão voltar a tocar suas músicas e os tributos vão começar a capitalizar a comercialização da pós-vida artística. Eu me envergonho desse preconceito musical camuflado que faz com que pessoas medíocres neguem a música popular que fala de amor mas que, nos 'karaokês' da vida, ela vire opção libertária sob efeito alcoólico. Chega dessa merda de achar que MPB é que presta e o 'resto' é conversa. Pra mim Música Popular Brasileira é aquela que o povo canta, tipo 'Garçom', e tantas obras lindas que este homem deixou que, se fossem compostas por Tom/Vinicius/Buarques (amo os 3) aí sim seriam pérolas", protesta a paraense, continuando.
"Tenho orgulho de ter te abraçado Reginaldo e de ter olhado em seus olhos, mas o que mais me marcou foi você me chamar de 'filha' e agradecer minha luta em ajudar nosso povo a assumir seus sentimentos, e me dá vontade de gritar: 'BRASIL, se assuma, se aceite', dando umas boas tapas. Viva Reginaldo!!! Você é uma das minhas maiores referências musicais/vida, viva sertanejo, MPB, Samba etc e a 'porra' toda".
Por fim, ela pede que os intérpretes de todo tipo de gênero musical sejam reconhecidos. "Viva o Brasil que tem orgulho de ser assim 'BREGA' e brega estilo músicas está muito longe do adjetivo. Por isso hoje eu grito CHEGA dessa injustiça de anos que ocorre com gêneros que nascem do gueto, da perifa, dos becos, chega da ignorância de pessoas que não sabem ou se recusam a discernir um do outro. Eu sempre vou te amar Reginaldo, obrigada por tudo! #SerBregaÉSerFeliz".
Morte
Internado desde o dia 27 de novembro, Reginaldo Rossi recebeu o diagnóstico de câncer de pulmão no dia 11. Devido ao crescimento rápido do tumor, a equipe iniciou rapidamente a quimioterapia.
Apesar da melhora apresentada na última terça, 17, quando ele estava respirando sem ajuda de aparelhos e se comunicando com a equipe médica, o cantor teve uma piora nos dias seguintes. Segundo boletim divulgado na quinta, 19, Reginaldo foi novamente entubado por conta de fadiga muscular e queda da saturação de oxigênio e respirava com ajuda de aparelhos. Ele presentou piora do quadro clínico nesta madrugada e morreu durante a manhã desta sexta-feira, 20.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja sempre benvindo ao meu blog! Agradeço seu comentário.